30 de abr de 2014

Baraúnas: Prefeita e vice-prefeito estão cassados e inelegíveis

baraunaPrefeita e vice-prefeito de Baraúna estão cassados e inelegíveis por oito anos. É o que estabeleceu sentença do juiz da 33ª Zona Eleitoral de Mossoró/Baraúna, José Herval Sampaio Júnior.  Mesmo assim, continuam no cargo, até decisão de colegiado, ou seja, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Baraúna caminha para ter um pleito suplementar.
A decisão saiu hoje, punindo a prefeita Luciana Oliveira (PMDB) e o vice Édson Barbosa (PV). À semana passada, a Promotoria Eleitoral já dera parecer opinando pela cassação dos dois, que chegaram ao poder com a cassação e afastamento dos vencedores do pleito em 2012, Isoares Martins (PR) e sua vice Elisabete Rebouças (PSB)
Poder econômico
Segundo assinalou o magistrado na sentença, “Luciana da Costa e Edson Pereira Barbosa foram beneficiários do abuso de poder comprovado nessa ação, na esteira do artigo 19 e parágrafo único da lei complementar 64/90, cominando-lhes a cassação dos seus diplomas e a consequente sanção de inelegibilidade para as eleições que se realizarem nos 08 (oito) anos seguintes, contados a partir do pleito de 2012.”
Isoares e a vice tiveram cassação e afastamento confirmados pelo TRE em sessão realizada no dia 28 de janeiro deste ano, quando dois embargos de declaração foram rejeitados pela corte.
No dia 30 do mesmo mês, Luciana e Édson foram empossados.
Depois de assumirem o governo, prefeito e vice chegaram a questionar a lisura da atuação do magistrado Herval Júnior, levatando “sua suspeição”. O TRE desconsiderou a demanda.
Por Carlos Santos

Kassab vai à campanha do PSD em Mossoró com Fábio e Robinson Faria

kassab mossoro
O presidente nacional do Partido Social Democrático (PSD), Gilberto Kassab, vai à cidade de Mossoró nesta quarta-feira (29) participar da campanha do candidato a prefeito Francisco José Júnior (PSD) e seu vice Luís Carlos (PT) à Prefeitura da segunda maior cidade do Rio Grande do Norte. Kassab vai acompanhado do vice-governador Robinson Faria e do deputado federal Fábio Faria, ambos do PSD.
“O presidente Kassab vem ao Estado demonstrar a importância da eleição de Silveira (Francisco José Júnior) para o nosso partido, assim como o PSD considera importante termos uma candidatura própria para o Governo do Estado”, disse Fábio Faria. O ex-prefeito de São Paulo desembarca em Mossoró por volta das 12h e participará de reuniões políticas no início da tarde. A coligação “Liderados Pelo Povo” é integrada por 12 partidos (PSD, PT, SDD, PSDB, PV, PSC, PDT, PSL, PMN, PTB e PRB). As eleições suplementares serão realizados no próximo domingo, 4 de maio.

Termina hoje prazo de entrega da declaração do Imposto de Renda

Os contribuintes só têm até hoje (30) para acertar as contas com o Fisco. Termina às 23h59min59s o prazo de entrega da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF). Segundo o balanço mais recente da Receita Federal, cerca de 21,7 milhões de contribuintes haviam entregado o documento até as 17h de ontem (29), o que equivale a 80,4% dos 27 milhões de declarações esperadas neste ano.
Quem não entregar a declaração no prazo, será multado em R$ 165,74 ou 20% sobre o imposto devido, prevalecendo o maior valor. Está obrigado a declarar quem recebeu R$ 25.661,70 em rendimentos tributáveis no ano passado, o que dá R$ 1.974,28 por mês, incluído o décimo terceiro salário. Também deve declarar quem recebeu mais de R$ 40 mil em rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte ou obteve ganhos de capital e lucros na bolsa de valores.

Gestores educacionais têm até hoje para prestar contas ao FNDE

educação 1Gestores municipais e estaduais de educação têm até hoje (30) para prestar contas dos recursos recebidos por meio de três programas: o Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), o Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar (Pnate) e o Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE). A prestação de contas é feita pelo Sistema de Gestão de Prestação de Contas. Caso não cumpram esse prazo, estados e municípios podem ter os recursos dos programas suspensos até que regularizem a situação.
No caso dos programas de alimentação e transporte escolar, as contas dos entes federativos serão analisadas inicialmente por conselheiros de controle social. Os conselhos têm até o dia 14 de junho para registrar seus pareceres, aprovando ou não as contas, no Sistema de Gestão de Conselhos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). As contas do PDDE são analisadas diretamente por técnicos da autarquia.

25 de abr de 2014


TJ/RN DETERMINA QUE GOOGLE ENTREGUE DADOS SOLICITADOS PELA JUSTIÇA DE CARAÚBAS


A Google Brasil Internet ingressou na Justiça com um Mandado de Segurança, com pedido de liminar, questionando uma decisão do juiz da Comarca de Caraúbas.

O motivo foi a ordem expedida pelo magistrado, que deferiu o pedido de quebra de sigilo de interceptação telemática dos e-mails dos investigados nos autos do processo nº 0001129-37.2012.8.20.0115.

O Mandado de Segurança foi apreciado e julgado pela desembargadora Maria Zeneide Bezerra, do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, que denegou a segurança.

A ação judicial que tramita em Caraúbas determinava que o Google remetesse àquele juízo, no prazo de 15 dias, gravações em meios magnéticos de todos os e-mails e mensagens eletrônicas enviadas e recebidas que estivessem gravadas no período de 1º de janeiro de 2011 até 19 de setembro de 2013, na caixa de entrada, saída, lixeira e spam, ou seja, em todas as pastas do e-mail.

A Google Brasil Internet negou o pedido e entrou com o processo judicial.

A negativa da concessão das informações baseou-se numa regra da empresa que preserva o conteúdo vinculado aos endereços eletrônicos. A empresa alegou que somente poderia apresentá-las por meio da utilização do Acordo de Assistência Judiciária em Matéria Penal, entre o Governo do Brasil e o Governo dos EUA.

Entretanto, a desembargadora Zeneide Bezerra entende que a decisão que determina uma empresa, legalmente constituída no Brasil, a prestar informações indispensáveis para a Justiça, em nada representa ato revestido de ilegalidade; da mesma forma, teratológica é a decisão viciada e ilegal, que confronta a lei, que “não se coaduna com as regras básicas do ordenamento processual e das normas em vigor, o que, com absoluta certeza, não é o caso dos autos”.

Desta forma, o pedido de Mandado de Segurança foi denegado pela desembargadora Zeneide Bezerra. A magistrada se baseou numa recente decisão tomada pelo Superior Tribunal de Justiça, oportunidade na qual o STJ analisou um caso idêntico, inclusive, com a mesma empresa, quando o Google questionou o cumprimento de uma decisão deferindo a quebra de sigilo de interceptação telemática.

A integrante da Corte de Justiça potiguar observou ainda que a empresa não comprovou de fato suas alegações, deixando de trazer ao processo a decisão questionada. O processo foi julgado extinto, sem resolução de mérito, sem custas e sem honorários.

24 de abr de 2014

Paciente denuncia descaso e humilhações em Felipe Guerra

Foto: Santana Notícia
Mais uma vez se faz necessário usarmos este espaço para trazermos uma denúncia de um paciente, contra a Secretaria Municipal de Saúde e a Unidade Integrada de Saúde de Felipe Guerra. 

Ao final da tarde de hoje, recebi a ligação do cidadão Lindemberg (Nego de Babú), residente na comunidade de São Lourenço. O mesmo sofreu um grave acidente na última sexta-feira, 18 de Abril e corre o risco de perder uma das pernas. 

Necessitando de acompanhamento médico e sem nenhuma condição para se deslocar até a Unidade de Saúde, localizada na Zona Urbana do município, Nego denuncia ser vítima de descaso e de estar sofrendo humilhações da parte de atendentes daquela Unidade. 

O paciente recebeu recomendação médica para evitar ir à Unidade de Saúde, onde estaria sujeito a infecção hospitalar, tendo sido orientado ainda a reivindicar junto à Secretaria Municipal de Saúde, um profissional que se comprometesse a ir até suaresidência, realizar os procedimentos de limpezas e curativos dos ferimentos, que como eu disse antes, são de extrema gravidade. Denuncia o paciente que, tendo reivindicado essa assistência junto aUnidade Integrada de saúde de Felipe Guerra, esta fora negadae pior, à resposta que ele teria recebido das atendentes da Unidade, fora que: "ele havia ferido uma perna e não quebrado as duas, por isso, nada o impedia de deslocar-se até a Unidade em busca de atendimento, se assim o quisesse. Que não seria enviado nenhum profissional de saúde a sua residência, tão pouco ambulância iria buscá-lo ou deixá-lo em casa."

Fica aqui registrada mais essa grave denúncia contra a Secretaria Municipal de Saúde, bem como a Unidade Integrada de Saúdedo nosso município. 

Aproveitando a oportunidade, quero aqui deixar uma dica para aSecretária Municipal de Saúde de Felipe Guerra, Dra. Girlene Ferreira, bem como para a Direção da Unidade Integrada de Saúde do nosso município, para que antes destes irem as emissoras de rádio locais, mentir tentando justificar o injustificável, que estes tenham o mínimo de respeito pelos nossos cidadãos e cidadãs, que estes demonstrem competência no exercício das responsabilidades que lhes foram atribuídas, para que assim nosso espaço deixe de ser ocupado com episódios tão lamentáveis, que só revelam o baixíssimo nível da gestão pública municipalque ai estar. 

Deixo aqui para os leitores, bem como para as autoridades competentes (com autorização do mesmo) o número do celular do paciente Lindemberg (Nego de Babú), que acima denuncia, para que todos possam comprovar a veracidade desta denúncia: TIM 084 9664-0756

Deixo ainda um aviso, se as devidas providências não forem adotadas, irei trazer neste espaço, uma reportagem completa, com depoimentosimagens, áudio e vídeos sobre este caso.

É pagar pra ver!

14 comentários:

  1. Eu não acredito que o povo seja tão cego e não veja que essa administração é uma vergonha. Um povo tão sofrido como esse, depois de anos atrás de uma possível mudança, tenha que conviver com tamanho descaso e humilhação. Esse rapaz votou em HF, pode perguntar a ele, hj recebe de volta humilhações. LAMENTÁVEL!
    Responder
  2. Não estranhe se após essa denuncia, a Dra Girlene for à rádio dizer que houve um engano e, que estão todos os serviços à disposição do infeliz Nego de Babu, que diga-se de passagem: eleitor "de briga" do maridão.Lamentável, mas essa "gestão só vai no empurrão.
    Responder
  3. Pois é né? tem médico, tem ambulância, tem remédios, e aí vem com uma babozeira dessa pra poder criticar os outros. A diferença era que antes fatos como esses acontecia constantemente, mas não adiantava reclamar pois as administrações anteriores estavam pouco se lixando pro sofrimento do povo. Agora, se hoje recebem uma denúncia desse tipo, não se escondem, vão aos meios de comunicação se justificarem, significa que estão preocupados com a sociedade felipense. Pois antes não tinha médicos, nem ambulancias, nem medicamentos e ninguém aparecia pra dá uma satisfação. Sei que alguns que perderam benefícios, perderam também a visão. Mas a MAIORIA do povo ta vendo a diferença e acredito que Felipe Guerra nunca mais passará pela humilhações de antes.
    Responder
  4. Não acredito que isso tenha acontecido, e se aconteceu peça pra o paciente dizer o nome da pessoa que disse essas coisas com ele ? Pois nos sabemos que na unidade de saúde tem muita gente (Bacurau) querendo desmoralizar o atendimento daquela unidade de saúde, dê nome aos bois Nego de Babú ! (Erinaldo)
    Responder
  5. O pior cego é aquele que não quer ver! Lamentável a situação da nossa cidade,e infelizmente o povo tá cego!
    Responder
  6. é engraçadp algumas pessoas aqui de felipe guerra, ainda quer encobrir algo de errado nessa desastrosa administração? fala serio, a esculhambação naquele hospital ta grande demais, falta até lençois para os pacientes se cobrir. isto é uma verdadeira vergonha.
    Responder
  7. Ai ai, mais uma vez, um besta querendo desviar a culpa para um bacural, o negócio ta ruim, aceitem que doi menos... e engraçado que se antes aconteciam esses fatos porque ninguém nunca ouvia falar?
    Responder
  8. Seria muito bom que dessem nomes aos bois ...
    Responder
  9. Ontem mesmo chegou uma jovem gravida no hospital sentindo dores e falaram que, nao tinha nem um carro pra se deslocar ate apodi,cade as ambulacias tiveram que pedir a um rapaz pra levas no carro dele, cade as ambulacias meus amigos nossa saude nao era boa nao esta boa,acordem deixe de politicagem , e de babaçao ..
    Responder
  10. A desculpe de vcs são os bacurau, Hoje e uma vergunha e campanha beneficiente pra comprar lençou, e outras coisas a mas. se vcs quizer-se ajudar umas familia, aquelas q passa por dificuldade,montava uma cesta basica pra elas.Mas vcs acha q elas só come de 8em 8 dias uma sopa tao humilhante q tem q tira foto..... EU VOTEI PENSANDO Q IA SER DIFERENTE MAS FOI PIOR. O DEFEITO DE BRAZ FOI ESSE AJUDAVA SE OLHAR A QUEM........
    Responder
  11. erinaldo e mesmo uma vergonha essa administraçao que estar alimentando os eleitores so com mentiras bom saber o que estar acontecendo com esse eleitor ?
    Responder
  12. aki nao e anonimo e a irmã dele LUCILA
    ligamos para o hospital pedimos para que mandasse uma anbunlacia porque ele estava sentindo muita dor ,aiiiii disseram que ele nao estava alejado e mandarao ele vim de ´pé......... que vergonha
    o povo sabe oque ele significou na politica........ aii levou chute na bunda........
    eu peço a deus que ele nao pegue uma infecçao porque si ele pega eu denuçio o HOSPITAL! PORQUE O ATENDIMENTO QUE ELE RECEBEU NAO E DI GENTE QUE TENHA RESPEITO......... SI VCS ACHA QUE UMA PESSOA QUE TA EM RISCO DE UMA DAS PENAS PODE VIM DO SÃO LORENÇO PRA FELIPE GUERRA DE PÉS??? :@
    VCS SI LEMBRAM OQUE MEU IRMAO NEGO VEZ POR VCS
    OBG POR TER DADO UM CHUTE NA BUNDA DELE! :@
    Responder
  13. uma pouca vergonha para a administração de Felipe guerra, Nego tanto que correu atraz para ver o prefeito ganhar e hoje que ele precisa recebe uma tamanha humilhação dessa...E ainda tem babões querendo se justificar aceita que dói menos Felipe guerra infelizmente afundou...Mais quem faz aqui aqui se paga
    Responder
  14. -É MESMO VIUU A CHUTE NA BUNDA QUE ELE LEVOU!
    COMO É QUE UMA PESSOA TODO PONTIADO VEM DO SAO LORENÇO PRA FELIPE GUERRA
    -NAO SOU NADA MAIS ESTOU INDO A RESIDENCIA DELE! :*
    PERFEITO A MAIORIA DO POVO DE FELIPE GUERRA TODO REVOLTADO! ,MEU DEUS QUE DEUS ABENÇOE ELE NEGO! :*
    Responder

11 de abr de 2014

Após oito anos, potiguar vira médico em cidade onde dirigia ambulância


Ricardo Dantas saiu de Lucrécia para estudar Medicina na Bolívia. Ex-motorista atende pacientes gratuitamente fora do horário de trabalho.
Um motorista de ambulância que deixou sua cidade no interior com o sonho de estudar Medicina e voltou oito anos depois como médico formado. O caso aconteceu em Lucrécia, município de pouco mais de três mil habitantes na região Oeste do Rio Grande do Norte, onde nasceu Ricardo Dantas Duarte, de 39 anos. Filho de um agricultor e de uma merendeira, o protagonista da história atualmente trabalha como médico do Programa de Saúde da Família (PSF), coordena uma unidade de urgência da cidade, dá plantão em municípios vizinhos e ainda arruma tempo para atender pacientes em um consultório montado na própria casa.
"Disseram que era loucura", conta Ricardo ao lembrar do plano para se tornar médico. O então motorista de ambulância deixou a mulher e a filha de dois anos e vendeu os únicos bens que tinha - uma casa e um carro - para fazer o curso na Bolívia. Na cidade de Cochabamba morou de favor em um quarto nos fundos da casa de um conhecido. "Era do pai de um amigo que conheci em Lucrécia. Um médico boliviano que me incentivou a correr atrás desse sonho", explica Ricardo, que também é formado em Pedagogia.
Ricardo chegou à Bolívia no segundo semestre de 2003 em meio a uma série de protestos que culminaram na derrubada do presidente Gonzalo Sánchez de Lozada. "O país estava quase em guerra civil. Tocaram fogo no ônibus em que eu estava e fugi pela janela. Precisei andar 13 quilômetros até a cidade", lembra o médico, que começou ali uma vida de oito anos na Bolívia, sem nunca ter deixado de visitar a família em Lucrécia, para onde viajava semestralmente de trem e ônibus. "Não dava para pagar viagem de avião", diz.
Para Ricardo, o papel do médico vai além da consulta (Foto: Arquivo pessoal/Ricardo Dantas)Para Ricardo, o trabalho do médico exige amor
O curso foi terminado em 2010, mas Ricardo permaneceu na Bolívia trabalhando. O retorno definitivo a Lucrécia aconteceu no ano seguinte. "Fiz a revalidação do meu diploma e comecei a trabalhar na cidade", conta o médico, que começou a se interessar pela profissão quando transportava diariamente os pacientes. "A gente acompanhava os casos e via o abandono das pessoas. Isso foi gerando uma indignação em mim. Quando você procura um médico não está só atrás de uma cura científica. Não custa nada um pouco de carinho", acrescenta.
Formado médico, Ricardo levou ao pé da letra o que considera o ideal tratamento a um paciente. Sempre com um sorriso no rosto, o ex-motorista de ambulância atende gratuitamente pacientes mais humildes na sala de casa. Dos trabalhos no PSF e plantões em cidades vizinhas ele tira o sustento da família. Do caminho que teve de percorrer para realizar o sonho, o médico guarda um conselho. "Para quem nasce na pobreza, a única forma de ser rebelde é estudar", afirma.



Espera sem fim
Enquanto Ricardo passava dificuldade na Bolívia, sua mulher, Maria da Conceição do Nascimento Duarte, 37 anos, dava aulas de matemática para ajudar o marido fora do país. Com a venda da casa e do carro para financiar a viagem, a professora foi morar na casa dos pais de Ricardo. "Quando ele me falou o que queria fazer, disse 'se é seu sonho vou apoiar', e fiquei aqui com nossa filha", afirma.
Apesar de ter apoiado a ideia, a professora confessa: "não foi fácil". Conceição conta que a comunicação era difícil, porém não se abalou. "Ele vinha de seis em seis meses, firme e forte. Matávamos a saudade", conta. Quando o marido retornou com o diploma de médico, Conceição viu que o esforço valeu a pena. "Tive uma sensação de missão cumprida", lembra.

Da ambulância ao consultório


Companheiro de trabalho de Ricardo na época das ambulâncias, Cleberson Dantas de Brito, de 38 anos, lembra que o trabalho do médico ia além do transporte de pacientes. "Os dois motoristas éramos nós. Além de dirigir, Ricardo marcava consulta, entrava em fila. O trabalho despertou o desejo dele de ajudar os pacientes de melhor forma", conta Cleberson, que também largou as ambulâncias e atualmente trabalha no Conselho Tutelar de Lucrécia.
Cleberson explica que no início foi difícil acreditar no plano do companheiro. "O que mais me admirou foi ele ter deixado a mulher e a filha para realizar o sonho. No início as pessoas, até da família, tinham receio e medo. Na primeira vez que ele veio visitar a cidade tivemos firmeza da decisão dele", relata.
Outro que acompanhou a trajetória de Ricardo foi o aposentado Manoel Alves do Nascimento, conhecido como Nezinho, de 68 anos. Por cinco anos o médico levou a mulher de Nezinho, na época com câncer, para Natal. A mulher faleceu pouco tempo depois, mas Manoel Alves é até hoje grato pelo tratamento dado por Ricardo. "É um irmão", resume o aposentado, que também é paciente do médico.
Fonte: G1

10 de abr de 2014

Prefeito cassado continua com suas peripécias.











Prefeito cassado continua com suas peripécias.

O prefeito cassado do município de Felipe Guerra/RN, Haroldo Ferreira de Morais, mesmo depois de ter seu diploma cassado pelo TRE – Tribunal Regional Eleitoral, no dia 07 de Abril de 2014, continua com suas peripécias.

Desta feita o mesmo surpreendeu alguns servidores públicos municipais, que, ”diga-se de passagem,” concursados, com cartas de demissão, inclusive com data retroativa de 01 de Abril de 2014.

Mais uma aventura praticada pela tirania que se instalou no município de Felipe Guerra/RN, pois esse ditador não aceita ser contrariado e/ou questionado que logo em seguida procura demonstrar quem de fato ele é, ou seja, o tirano vestido em pele de cordeiro.

Esse cidadão (Haroldo Ferreira de Morais) deve ter conhecimento que não pode praticar atos dessa natureza, tendo em vista que o mesmo se encontra igualzinho a um motorista sem habilitação (não pode dirigir), já que ele teve seu diploma cassado, e pode a qualquer momento ser afastado definitivamente do cargo de prefeito.

Felipe Guerra/RN, não suporta mais esse tipo de atitudes praticadas por esse ditador. O povo tem que defender os seus direitos, buscando o Poder Judiciário, o Ministério Público e o Poder Legislativo.

Em nome do povo de Felipe Guerra/RN, peço aos vereadores que dão sustentação ao prefeito cassado Haroldo Ferreira de Morais, que se manifestem a favor do povo, pois vocês só são vereadores porque foram eles que os elegeram.